Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

A educação...

"É a educação dos filhos que revela a virtude dos pais."

92.png

O exemplo é mais importante do que as palavras...

É preciso não esquecer!

Boa noite!!!

 

Ludibriados...

A verdadeira maneira de sermos ludibriados é julgarmo-nos mais inteligentes que os outros.”

La Rochefoucauld

Não somos nem mais, nem menos... Somos únicos, com os nossos defeitos e as nossas qualidades!

Se pensarmos e sentirmos isto, podemos ter opiniões diferentes mas isso não nos afasta de quem quer que seja...

Quem é verdadeiro...

"Quem é verdadeiro vai estar sempre do seu lado, até mesmo quando você menos merecer."

imagesCAOBKX5M.jpg

Obrigada a todos os que têm esta atitude comigo... Estes são os verdadeiros amigos, a verdadeira família!!!

Deixe a raiva secar...

"A Mariana ficou muito feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas.

No dia seguinte, a Júlia, a sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar. A Mariana não podia, pois ia sair com a sua mãe naquela manhã.

A Júlia, então, pediu à amiguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que pudesse brincar sozinha na garagem do prédio.

A Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.

Ao regressar do passeio, a Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá atirado ao chão. Faltavam algumas chávenas e a bandejinha estava toda partida.

Chorando e muito nervosa, a Mariana desabafou:

- Estás a ver, mãe, o que a Júlia fez comigo? Emprestei-lhe o meu brinquedo e ela estragou tudo e ainda o deixou no chão!

Totalmente descontrolada, a Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento da Júlia pedir explicações. Mas a mãe, com muito carinho ponderou:

- Filhinha, lembras-te daquele dia quando saíste com o teu vestido novo, todo branquinho, e um carro, ao passar, atirou lama na tua roupa? Ao chegar a casa querias lavar imediatamente aquela sujidade, mas a avó não te deixou. Lembras-te do que a avó disse? Ela disse para deixares o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil de limpar.

Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois é bem mais fácil resolver tudo.

A Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão. Pouco depois alguém tocou à campainha. Era a Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão.

Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela disse:

- Mariana, sabes aquele menino mau da outra rua que corre atrás de nós?

Ele quis brincar comigo e eu não deixei. Ele ficou furioso e estragou o brinquedo que tu me tinhas emprestado.

Quando eu contei à minha mãe ela ficou preocupada e foi logo comprar outro brinquedo igualzinho para ti. Espero que não fiques com raiva de mim. Não foi culpa minha.

- Não tem problema, disse a Mariana, a minha raiva já secou.

E dando um forte abraço à amiga, pegou-lhe na mão e levou-a para o quarto para lhe contar a história do vestido novo que se havia sujado de barro."

Nunca tomemos qualquer atitude com raiva. A raiva cega-nos e impede-nos de ver as coisas como elas realmente são.

Assim evitaremos cometer injustiças e ganharemos o respeito dos demais pela nossa posição ponderada e correcta diante de uma situação difícil.

O sol vai voltar...

"Mas é claro que o sol vai voltar amanhã."

imagesCA81Y4SN.jpg

E se não voltar, que brilhe em nós o que de melhor temos...

Bom dia!!!