Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Digno de admiração...

“Digno de admiração é aquele que tendo tropeçado ao dar o primeiro passo, levanta-se e segue em frente!”

Não devemos deixar que as contrariedades da vida nos derrubem, mas se isso acontecer, levantemos a cabeça e continuemos com orgulho o nosso caminho. Só assim nos tornamos mais fortes e equilibrados. 

Não é fácil mas é o único caminho capaz de nos levar a uma felicidade maior!

Até sempre...

12274278_977245002322271_5362968459050035436_n.jpg

Até sempre Dr. Artur!!!

A vida passa a correr...

De repente tudo acaba... fica tanto por fazer, tanto por dizer... A vida é mesmo assim, agora estamos bem e no instante seguinte podemos já cá não estar.

A vida passar a correr; muitas vezes nem damos conta disso e não a aproveitamos.

De que serve a vida sem amor, sem verbalizarmos os nossos sentimentos, sem os vivermos com toda a verdade e intensidade. Mas falar é fácil e eu também sou, lamentavelmente, o exemplo disso...

Ontem, quando soube da partida repentina do pai de duas amigas minhas, dei por mim a pensar nisto, a reflectir sobre o que ando aqui a fazer, no que se tornou a minha vida nos últimos anos e no orgulho e mágoa que deixo que, aqui e ali, ainda me dominem. Defendo sempre que devemos ser verdadeiros e dizer aos que amamos, o que sentimos por eles, mas e eu... será que o faço - foi esta a pergunta que me coloquei e que me deixou, confesso, um pouco abalada.

Quero tanto ser diferente, viver focada no amor e com todo o amor no coração, mas na verdade - mais vezes do que as que gostaria - desvio a atenção do meu foco - o amor - e tenho atitudes mesquinhas, de mágoa e ressentimento.

Impõe-se agora - perante um facto concreto e trágico de alguém que me é próximo - perguntar-me se vale a pena fechar os meus sentimentos a sete chaves e viver triste como se faltasse uma parte? A resposta é obvia para mim, neste momento, mas o medo invade-me e impede-me de fazer algo, porque já várias vezes o fiz e foi em vão... Em vão pode até não ter sido, a verdade é que não sei, mas aparentemente de nada serviu... O que é mais importante: a minha consciência e paz de espírito ou o que os outros pensam de mim?

São já muitas perguntas, com respostas objectivas mas que se tornam difíceis de pôr em prática.

Eu tenho muito trabalho pela frente e pequenos grandes desafios, mas por agora deixo-vos apenas estas notas...

Façam tudo - de tudo - para serem sempre felizes e que seja o amor a comandar a vida!

A vida...

mensagens_129418.jpg

A vida é tão pequena que, se nos distrairmos, num instante tudo passa...

Bom dia!!!