Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Ser simples...

IMG_20161004_125118.jpg

É bonito e é bom, permite-nos potencializar o amor e a felicidade...

Boa noite!!!

Palavras do Papa Francisco...

29editorial.jpg

"O papa Francisco lembrou "cada um dos deserdados e infelizes a quem roubaram o presente" e os "excluídos e abandonados a quem negam o futuro".

Na cerimónia da bênção das velas, na Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima, Francisco pediu a bênção para os "órfãos e injustiçados a quem não se permite ter um passado".

Perante milhares de peregrinos que assinalam o Centenário das Aparições, e na véspera da canonização dos pastorinhos Jacinta e Francisco Marto, o papa interpelou diretamente os fiéis, questionando-os sobre com qual "Maria" peregrinam.

"A Bendita por ter acreditado (...) ou (...) a 'Santinha' a quem se recorre para obter favores a baixo preço?", questionou o Bispo de Roma, para quem os cristãos devem ser, antes de mais, "marianos".

Na sua intervenção, o papa Francisco fez, ainda, uma exortação à necessidade de os católicos serem misericordiosos.

"Devemos antepor a misericórdia ao julgamento e, em todo o caso, o julgamento de Deus será sempre feito à luz da sua misericórdia", disse Francisco perante uma multidão de peregrinos de velas acesas nas mãos.

Segundo o papa, "a misericórdia de Deus não nega a justiça, porque Jesus tomou sobre Si as consequências" do pecado da humanidade "juntamente com a justa pena".

1papa_francisco_fatima.jpg

Na Capelinha das Aparições, junto à imagem de Nossa Senhora de Fátima, Jorge Mario Bergoglio apelou aos peregrinos que ponham de lado "qualquer forma de medo e temor, porque não se coaduna" com "quem é amado".

"Possamos, com Maria, ser sinal e sacramento da misericórdia de Deus que perdoa sempre, perdoa tudo", disse o papa."

Papa Francisco em Fátima (Portugal)...

papa-francisco-visita-fatima-santuario.png

"O papa Francisco está em Portugal para uma visita apostólica ao Santuário de Fátima, no âmbito do Centenário das Aparições, e durante a qual canonizará os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto.

O santuário admite que para esta peregrinação de Francisco estejam em Fátima mais de um milhão de pessoas.

Francisco é o quarto papa a visitar Portugal, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010).

papa em fatima copy.jpg

Tanta luz, tanto amor. Uma referência para o mundo!

Que bênção! 

A imagem de Nossa Senhora de Fátima...

600px-Virgen_de_Fátima.JPG

"A estátua original foi oferecida por Gilberto Fernandes dos Santos em 1920 e encomendada à Casa Fânzeres de Braga, segundo as indicações da Irmã Lúcia. A obra de escultura foi realizada por José Ferreira Thedim em madeira, cedro do Brasil, mede 1 metro e 37 centímetros e pesa 19 quilos. Conta o professor Xavier Coutinho que ela foi inspirada numa imagem já existente da Nossa Senhora da Lapa, da Casa Estrela, "com pequenas modificações de pormenor". Thedim realizou algumas alterações na imagem, mais tarde, nos anos 50.

A 13 de Maio de 1920, a imagem de Nossa Senhora de Fátima é benzida na Igreja Paroquial de Fátima pelo Rev. António de Oliveira Reis, arcipreste de Torres Novas. A estátua é entronizada na Capelinha a 13 de Junho do mesmo ano. É coroada solenemente a 13 de Maio de 1946 pelo legado pontifício Cardeal Bento Aloisi Masella.

A coroa de ouro foi oferecida por um grupo de mulheres portuguesas a 13 de Outubro de 1942, em ação de graças por Portugal não ter entrado na Segunda Guerra Mundial. Foi executada gratuitamente por 12 artesãos da casa Leitão & Irmão em Lisboa durante três meses. Pesa 1200 gramas e contém 313 pérolas e 2679 pedras preciosas. Tem incrustada a bala oferecida por João Paulo II no atentado de que foi vítima em Roma, a 13 de Maio de 1981, em sinal de agradecimento à Virgem, por lhe salvo a vida.

Ao longo dos anos foram executadas 12 réplicas "peregrinas" da imagem de modo a satisfazer os muitos pedidos, que foram surgindo no país e estrangeiro, para a receber.

Em Junho de 2013, e pela primeira vez, a imagem saiu da capelinha para poder ser analisado o seu estado de conservação. Os exames foram feitos no Instituto Politécnico de Tomar e revelaram estar em bom estado, atendendo à sua idade quase centenária. A saída da imagem de Fátima obrigou a medidas de segurança especiais, incluindo guardas e agentes de seguros.

640px-Capela_das_Aparições_(Fátima)_001.jpg

A imagem apenas deixa a Capelinha das Aparições em ocasiões consideradas muito especiais. A estátua original apenas saiu da Capelinha 12 vezes, e para o estrangeiro apenas foi a Espanha e ao Vaticano três vezes - em Março de 1984, a pedido do Papa João Paulo II, quando fez a Consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria, em Outubro de 2000, para estar presente na Praça de São Pedro na consagração do novo milénio à Virgem Santíssima e em 12 e 13 de Outubro de 2013, como ícone na Jornada Mariana a pedido do Papa Francisco.

1.ª - entre 7 e 13 de Abril de 1942, para o encerramento de um congresso promovido pelo Conselho Nacional da Juventude Católica Feminina, em Lisboa.

2.ª - entre 22 de Novembro e 24 de Dezembro de 1946, por ocasião do tricentenário da proclamação de Nossa Senhora da Conceição como Padroeira de Portugal, num périplo pela Estremadura e Ribatejo.

3.ª - entre Outubro de 1947 e Janeiro de 1948 a imagem peregrinou pelo Alentejo e Algarve, passando a fronteira luso-espanhola por duas vezes, em Elvas, Badajoz e Vila Real de Santo António.

4.ª - entre 22 de Maio e 2 de Junho de 1948 a Madrid, por ocasião do Congresso Mariano Diocesano, passando por outras localidades.

5.ª - entre 9 de Junho e 13 de Agosto de 1951, com a visita a todas as paróquias da Diocese de Leiria.

6.ª - a 17 de Maio de 1959, por ocasião da inauguração do Monumento a Cristo Rei, visitou novamente Lisboa e Almada.

7.ª - entre 24 e 25 de Março de 1984 foi levada ao Vaticano, a pedido do Papa João Paulo II. No dia 25, na Praça de São Pedro, marcou presença na Consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria, durante a celebração eucarística presidida pelo Papa.

8.ª - a 8 de Outubro de 2000 volta ao Vaticano para a Consagração do Novo Milénio à Virgem Santíssima, feita pelo Papa João Paulo II na Praça de São Pedro.

9.ª - em 12 de Novembro de 2005, ocasião em que a cidade de Lisboa se consagrou a Nossa Senhora de Fátima, numa das várias iniciativas que integraram o programa religioso do Congresso Internacional para a Nova Evangelização, que decorreu de 5 a 13 de Novembro.

10.ª - entre 16 e 17 de Maio de 2009, por ocasião das comemorações do Cinquentenário do Santuário Nacional de Cristo Rei, momento que celebrou a mesma visita feita 50 anos antes.

11.ª - entre 21 a 23 de Maio de 2010 foi levada à "Festa da Fé" na cidade de Leiria, a pedido de D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima.

12.ª - entre 12 e 13 de outubro de 2013 voltou de novo ao Vaticano, em resposta ao desejo do Papa Francisco de a ter como ícone na Jornada Mariana promovida pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. No dia 12, pelas 17 horas, foi acolhida na Praça de São Pedro com a presença do Santo Padre e no dia 13 o Papa fez diante da Imagem a Consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria. Esta foi a primeira vez que a imagem original não esteve presente no santuário numa data de uma grande peregrinação aniversária, isto é, as que ocorrem num dia 13 de um mês entre maio e outubro. Nessa ocasião, a imagem foi substituída pela da Virgem Peregrina de Fátima, entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário desde 8 de dezembro de 2003."

Capelinha das Aparições em Fátima...

Fatima_0366_(19506429719).jpg

"A Capelinha das Aparições é uma capela localizada na Cova da Iria, no recinto do Santuário de Fátima em Portugal. O pedestal onde se encontra a escultura original de Nossa Senhora marca o sítio exacto onde estava a pequena azinheira sobre a qual a Santíssima Virgem Maria apareceu aos três pastorinhos de Fátima a 13 de Maio, de Junho, de Julho, de Setembro e de Outubro de 1917.

A capelinha foi construída em resposta ao pedido de Nossa Senhora do Rosário: Quero que façam aqui uma capela em minha honra. Edificou-se no local exacto das aparições decorridas em Fátima no ano de 1917. De 28 de abril a 15 de junho de 1919, a tarefa foi executada pelo pedreiro Joaquim Barbeiro da povoação de Santa Catarina da Serra. 

Capelinha_das_Aparições_de_Fátima.jpg

A 13 de outubro de 1921 passou a ser permitida oficialmente a celebração da Missa, pela primeira vez, junto à Capelinha.

Em 6 de março de 1922, a capelinha foi dinamitada por desconhecidos, mas foi reconstruída nesse mesmo ano.

Em 1982 foi construído um vasto alpendre da autoria do arquiteto José Carlos Loureiro, tendo sido inaugurado aquando da visita do Papa João Paulo II em 12 de Maio nesse ano.

Em 1988, declarado Ano Mariano, o alpendre da capelinha foi forrado com madeira de pinho, proveniente da Rússia, norte da Sibéria. Foi escolhida esta madeira pela sua durabilidade e leveza.

A capelinha original, embora sujeita a ligeiras reparações no decorrer dos anos, mantém os traços de uma ermida popular."

640px-Chapel_Fatima.jpg

As aparições em Fátima...

29373_1_4ae6d17db1156 (1).jpg

"A 13 de Maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Fátima, concelho de Vila Nova de Ourém, hoje diocese de Leiria-Fátima. Chamavam-se Lúcia de Jesus, de 10 anos, e Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos. Por volta do meio-dia, depois de rezarem o terço, como habitualmente faziam, entretinham-se a construir uma paredita de pedras soltas, no local onde hoje se encontra a Basílica. De repente, viram uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo abaixo, outro relâmpago iluminou o espaço e viram, em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma “Senhora mais brilhante que o Sol”, de cujas mãos pendia um terço branco.

A Senhora disse aos três pastorinhos que era necessário rezar muito e convidou-os a voltarem à Cova da Iria, durante mais cinco meses consecutivos, no dia 13 e àquela hora.

As crianças assim fizeram, e nos dias 13 de Junho, Julho, Setembro e Outubro, a Senhora voltou a aparecer-lhes e a falar-lhes, na Cova da Iria.

Em Agosto, a aparição deu-se no dia 19 no sítio dos Valinhos, porque, no dia 13, as crianças tinham sido levadas pelo Administrador do Concelho, para Vila Nova de Ourém.

Na última aparição, a 13 de Outubro, estando presentes cerca de 70.000 pessoas, a Senhora: “Quero dizer-te que façam aqui uma capela em Minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias”; “não ofendam mais a Deus Nosso Senhor, que já está muito ofendido”.

Depois da aparição, todos os presentes observaram o milagre prometido às três crianças em Julho e Setembro: o sol, assemelhando-se a um disco de prata, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se sobre os presentes, que pediam perdão e proclamavam a sua fé. Posteriormente, sendo Lúcia religiosa de Santa Doroteia, Nossa Senhora apareceu-lhe novamente, em Espanha (10 de Dezembro de 1925 e 15 de Fevereiro de 1926, no Convento de Pontevedra, e, na noite de 13/14 de Junho de 1929, no Convento de Tuy), pedindo a devoção dos cinco primeiros sábados (rezar o terço, meditar nos mistérios do Rosário, confessar-se e receber a Sagrada Comunhão, em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria), e a Consagração da Rússia ao seu Imaculado Coração. Estes pedidos já Nossa Senhora os anunciara em 13 de Julho de 1917 e constituíam uma parte do chamado “Segredo de Fátima”.

Entre Abril e Outubro de 1916, tinha já aparecido um Anjo aos videntes, por três vezes, duas na Loca do Cabeço, onde lhes deu a comunhão e lhes ensinou duas orações; e outra junto ao poço do quintal da casa de Lúcia, onde os convidou à oração e penitência pela paz. Desde 1917,não mais cessaram de vir à Cova da Iria milhares de peregrinos de todo o mundo, primeiro nos dias 13 de Maio a Outubro, depois, nos fins-de-semana e agora cada vez mais no dia-a-dia."

Hoje é o dia...

13 de maio

Dia de Nossa Senhora de Fátima

capa-dia_nossa_senhora_fatima.jpg

Uma palavra...

FB_IMG_1494352334005.jpg

É mesmo!

Bom dia!

Bom fim de semana!!!