Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Adeus...

luto-324620-1.jpg

Hoje é dia de dor... Dor por ver partir quem me deu das maiores lições de humildade, amor e resignação. Uma mulher que dedicou a vida a cuidar dos que mais amava, e eram tantos, e que nunca se revoltou com as dificuldades e contrariedades da vida. Uma mulher com um coração gigante, de alma grandiosa, que continuará a sua grandiosa tarefa,... agora longe dos nossos olhos, mas sempre no nosso coração!

Até sempre minha querida!

Fazer diferente...

"Não te vingues, não dês importância, não te iguales, não respondas na mesma moeda. Faz diferente, carrega sempre um belo sorriso, porque esse incomoda, intriga, silencia e confunde aqueles que te querem derrubar e que não entendem esse sol a brilhar no teu rosto. Quanto a eles... o que é mau tropeça sozinho."
FB_IMG_1479364018640.jpg

É a lei da vida... O amor e o bem vencem sempre. Quem vive no amor e com amor é mais feliz!

Boa noite!!!

Eu gosto...

"Eu gosto é das pessoas loucas, aquelas que não têm medo de ser quem são de verdade, aquelas que aproveitam a vida."
FB_IMG_1478367874784.jpg

... As que são verdadeiras e dizem o que pensam e sentem, com respeito e humildade. Essas merecem toda a minha consideração, são admiráveis!

Bom dia!

Bom fim de semana!!!

Grandes pessoas...

"Somos grandes pessoas não porque no nosso currículo de vida colecionamos lugares fascinantes, amores de perder o fôlego e muitos títulos. Somos pessoas grandes porque criamos grandes histórias com o que temos de 'pequenos'."

1111.jpg

Do pouco se faz muito... é isto que faz a diferença!

Boa noite!!!

O futuro...

"O futuro tem muitos nomes. Para os fracos é inatingível. Para os temerosos, o desconhecido. Para os valentes é a oportunidade."

Victor Hugo

Cada um auto avalia-se e vê a que grupo pertence. É uma escolha pessoal... cada qual escolhe o caminho a seguir e depois aceita as consequências: com alegria ou com resignação. Só não vale é culpar terceiros, porque a responsabilidade é apenas nossa... É verdade, somos os únicos responsáveis pelas nossas escolhas e pelo que delas advém!

O que as pessoas pensam...

"Não importa o que as pessoas pensam, se você acredita que vale a pena, lute por isso."
nao-impota_medium.jpg

O que importa é estarmos bem connosco, com a nossa consciência. O que os outros pensam não é importante - como eu costumo dizer: "não são eles que pagam as minhas contas..." -, muito menos pode ser determinante!

O problema é quando nem nós acreditamos... Se assim for, não estamos, muito provavelmente, a seguir pelo caminho certo. Pode ser conveniente, mas com o tempo vai revelar-se uma má escolha.

Boa noite!!! 

Julgamento e análise....

"Durante muito tempo Ele dizia que não se devia julgar, que o julgamento descia a nossa frequência vibratória, baixava a nossa energia. E nessa altura eu ficava um pouco confusa, sem saber muito bem como é que havia de fazer, achava que tinha de deixar de ter opinião. Na minha cabeça ter opinião, achar alguma coisa, já era um julgamento.

Até que um dia Ele disse-me:

- Há uma forma muito eficaz de teres uma opinião muito concreta acerca do mundo que te rodeia, sem precisares de julgar ninguém. É simples. Analisa. Quando analisas, olhas para as coisas sem fazeres juízos de valor. Apenas olhas, compreendes o que se está a passar e nessa altura formas a tua opinião. E é a partir dessa opinião que vais escolher se queres viver perto dessa energia ou afastares-te de vez. Mas sem fazer juízos de valor, sem achar que é certo ou errado, sem achar que a pessoa ou a situação foi premeditada, com má intenção, etc., etc. A única coisa que tens que fazer é analisar e definir se é essa energia que queres para a tua vida ou não. Porque na realidade é isso que está em causa. Julgar é fazer um juízo de valor, isto é, considerar que a pessoa é má, vingativa, sonsa, ou qualquer outro adjetivo restritivo. Nesse caso há uma explícita intenção de a modificar, consequentemente há uma intromissão no seu livre-arbítrio. Quando os adjetivos dirigidos a uma pessoa são positivos, não há intenção de modificá-la, portanto não há tentativa de escolha por parte dela. Não é julgamento. Sempre que vocês colocam algum adjetivo restritivo numa pessoa, consideram-na alguma coisa negativa, estão a pedir que ela se transforme. Estão a julgar. Quando julgam, estão a tentar escolher por ela. Quando pensam: "Eu faria de outra maneira.", estão a tentar escolher por ela. Nenhum ser, aqui, tem autorização de escolher por vocês. Até porque, se é só no erro que se aprende, se ela fizesse tudo corretamente, como tu queres, não aprenderia nunca."

Mais uma grande lição... Vale mesmo a pena refletir sobre isto e mudar de atitude.

Se não nos faz bem afastamo-nos e pronto, sem reservas, nem rancor... Não queremos mal, apenas não queremos perto de nós, na nossa vida.