Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Renascer aos 40

Para os que depois dos 40 começam uma vida nova... e para todos os outros também... "Nascer, morrer, renascer ainda, e progredir sempre..., tal é a lei."

Amor verdadeiro...

"Quantas vezes olhamos para um casal, a passear de mãos dadas ou abraçado e nos perguntamos como é que eles se podem amar, sendo tão diferentes?
Quantas vezes já pensamos, como é que aquela mulher tão elegante pode amar aquele homem com ar tão desajeitado?
Ou como é que aquele homem tão bonito, que parece um deus da beleza pode amar aquela mulher tão destituída de atrativos?
Todas as vezes que essas idéias nos atravessam a mente, é porque estamos a julgar o amor pelo exterior.
Mas, já dizia o escritor de O pequeno príncipe: "O essencial é invisível para os olhos."

 

A propósito, conta-se que o avô do conhecido compositor alemão Mendelssohn, estava muito longe de ser bonito.
Moses era baixo e tinha uma corcunda grotesca.
Um dia, ao visitar um comerciante na cidade de Hamburgo, conheceu a sua linda filha. E logo se apaixonou perdidamente por ela.
Entretanto, a rapariga, ao vê-lo, logo o repeliu. Aquela aparência disforme quase a enojou.
Na hora de partir, Moses encheu-se de coragem e subiu as escadas. Dirigiu-se ao quarto da rapariga para lhe falar.
Desejava ter sua última oportunidade de falar com ela.
A jovem era uma visão de beleza e Moses ficou entristecido porque ela se recusava até mesmo a olhar para ele.
Timidamente, ele dirigiu-lhe uma pergunta muito especial:
"Você acredita em casamentos arranjados no céu?"
Com os olhos pregados no chão, ela respondeu: "Acredito!"
"Também acredito." - afirmou Moses - "Sabe, acredito que no céu, quando um menino se vai preparar para nascer, Deus anuncia-lhe a menina com quem se vai casar.
Pois quando eu me preparava para nascer, Deus mostrou-me minha futura noiva.
Ela era muito bonita e o bom Deus disse-me: "A sua mulher será bela, contudo terá uma corcova."
Imediatamente, eu supliquei: "Senhor, uma mulher com uma corcova será uma tragédia. Por favor, permita que eu seja encurvado e que ela seja perfeita."
Nesse momento, a jovem, emocionada, olhou diretamente nos olhos de Moses Mendelssohn.
Aquela era a mais extraordinária declaração de amor que ela jamais imaginara receber.
Lentamente, estendeu a mão para ele e acolheu-o no fundo de seu coração.
Casou-se com ele e foi uma esposa devotada.
O amor verdadeiro tem lentes especiais para ver o outro. Vê, além da aparência física, a essência. E assim, ama o que é real.
A aparência física pode modificar-se a qualquer momento. A beleza exterior pode vir a sofrer muitos acidentes e modificar-se, repentinamente.
Quem valoriza o interior do outro é como um hábil especialista em diamantes que olha a pedra bruta e consegue descobrir o brilho da preciosidade.
É como o artista que acaricia o mármore, percebendo a imagem da beleza que ele encerra na sua intimidade.
Este amor atravessa os portões desta vida e eterniza no tempo.
Este é o verdadeiro amor.

No amor, o homem sublima os sentimentos e caminha rumo à felicidade.
Na perfeita identificação das almas, o amor produz a bênção da felicidade em regime de paz."